Captura-de-Tela-2017-01-12-às-11.58.27-700x397

”O cenário do patins no Brasil”, por Fabiola da Silva ao LANCE!

Olá. Tudo bem? Os leitores do LANCE! devem lembrar de mim, principalmente os fãs das modalidades radiciais. Por nove temporadas fui campeã dos X-Games na modalidade patins in-lne e fiz parte do boom dos radicais no Brasil. Os patrocínios eram mais fáceis de se conseguir, a gente não saia da televisão – fui parar até na novela Malhação. Foi um período de ouro com muitas oportunidades para todos. Pude fazer carreira aqui e lá nos Estados Unidos, onde até hoje sou convidada para palestras, camps de férias e aulas para novos patinadores. Hoje, eu e minha equipe fazemos um trabalho profissional para difundir nossa modalidade, com vivências, shows e clínicas.
Assim como o skate, que se tornou modalidade olímpica e é uma febre atualmente entre os jovens, o patins também era muito praticado, mas hoje sofre com a falta de campeonatos, o nível profissional deu uma caída por isso. No skate hoje é fácil encontrar competições para ambos os sexos. No patins são raras, como a competição em Peruíbe (SP) e o passeio do Corvo, que continuam a dar um pouco de alegria aos praticantes. Mesmo com locais para se treinar – públicos e particulares – infelizmente não temos um calendário regular e apoio da iniciativa privada. Lá fora também ocorre o mesmo, mas temos mais oportunidades! Quando mais eventos tiver, maior a chance de atrair atenção da mídia e dos patrocinadores. É o único jeito.
Espero que, após Tóquio 2020, mais modalidades radicais entrem no programa olímpico e a gente volte a ver o patins brilhando. Gente pra praticar, talentos e até pistas temos. Nossa semente está sendo plantada há anos e vamos continuar fomentando a base da modalidade. Temos que fazer com amor, carinho e disciplina.
Hoje, além do patins, eu entrei na onda do crossfit. Já competi até em eventos menores no Brasil e posso dizer que é viciante. É uma modalidade que engloba várias modalidade em um conceito só com ginástica, condicionamento físico, atletismo, levantamento de peso e outros. É completo e divertido, pois a gente sempre quer se superar. Convido você a um dia fazer uma aula e ver como é legal.
Obrigado a todos por ler minhas palavras! Um feliz 2017 pra todos. Um beijo
0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *